sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

** AnCoRadO à VoCê **



Eu sei lá, não sinto vontade de falar de mim... de você ou de qualquer coisa que evidencie meu estado...
Só quero sentar na grama e ouvir a natureza pulsar sua vida... que tranquilamente vai me sugando e como numa fotossíntese, tentando  me devolver melhor...
Estou indo longe para poder achar essa troca justa. 

Fugindo do tempo e de seus segundos... Desejando o desaparecimento dos meus sentimentos. Desejando desligar o automático, desejando uma brecha onde se possa entardecer minhas razões e entregar os pontos. E se fazer tudo novo.

É isso que busco na paisagem, no horizonte. Ou em noites escuras onde a lua apenas, ilumina meus caminhos...
Então as palavras se calam. Assustam e perpetuam-se numa masmorra intima. Apenas nossa.
Já nem tenho forças para salvá-las ou deixarem libertas. Pois nem eu mesma quero ouvi-las. 

“Eu acredito”

Que amanhã vou sorrir, que não vou te encontrar, que não sentirei sua presença simplesmente pelo toque do ar frio no meu corpo... Que não vou desviar minha rota, apenas para te ver de longe e saber que está vivo.
Acredito que amanhã seu fantasma me deixará em paz e não surgirá para estragar meu dia.
E muito menos ouvirei sua risada nos corredores vazios que passo durante a madrugada. 

Tudo isso não passa de uma loucura, eu sei.
Mas ela existe.
E muda tudo por aqui.
Furtando sempre partes de mim... Talvez as mais importantes, talvez as mais necessárias.
E as que mais sinto falta. 

Ancorando assim meu coração, minha vida, minha alma e toda e qualquer razão.

by JanNe 

 

(Éeh estou de volta, após uns dias de férias de um dos trabalhos. Desculpem-me pela ausência aqui nesse cantinho, no meu cantinho. Mas o meu dia já perdeu suas 24h e passou a ter mais de 30 horas e nas vagas, confesso:  sou obrigada a sair de orbita e dormir. Mas hoje ouvindo Mariah Carey, confesso que alguém despertou... e nada melhor do que botar pra fora, estralar os dedos e escrever seguindo a inspiração momentânea... Muitos já me questionaram o porque dos textos tão, vamos dizer, melosos, apaixonados ou de puro amor... e eu volto a responder com uma retórica: “Qual a razão do blog se chamar “Sua Mente sua Alma” se eu não puder falar de sentimentos??”
Bom, ficaadica#)








2 comentários:

End Fernandes disse...

Olha só quem voltou a escrever! =D
Seja muito bem-vinda nesse seu retorno Jana. =D

Sobre seus textos serem melosos eu não reclamo nao hehehe

Bjuuus

End Fernandes

...

Anônimo disse...

uffii esta de volta q bom,eu msm ja fazia algum tempo q n lia seu blog q por sinal amo mto oq escreve...,bjos da sua amga meio distante cris mas prometo q tambem vou voltar.....!!!