Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2010

** Ela siM é QuEm nOs pRenDe **

16:50h – Solte a borboleta!
Um termo forte. Acredito que muitos seguem a risca. Mas essa tal ‘borboleta’ às vezes mesmo com a porta aberta, insiste em ficar. Reduz a fraqueza humana a nada e ainda assim continua ali a “borboletear” nossos caminhos. A beleza paralisa o olhar. Suas asas são indiscutivelmente ágeis, belas... E suas cores são o que mais seduzem.
Fico pensando... se ela sair por esta janela escancarada... será que voltaria para me fazer compreender que realmente é minha? Ou então me deixaria a triste ausência? É... Infelizmente ‘borboletas’ são seres indomesticáveis. Por sorte ou azar, talvez. Mas na minha opinião se elas sabem ou sentem que o caminho está livre e não desaparecem nesse céu azul chamativo, quer dizer que realmente no fundo ela sabe que me pertence.
Um pacto de amor entre o que prende e ao que está preso. Seria então sentimentos chamados de ‘borboletas’? Por isso eles surgem do nada, permanecem... e quando nos cansamos o soltamos ou enclausuramos?
O coração deve ser mes…

** As CorEs HojE sUmiRam **

Silenciosamente acordei hoje e como de costume meu primeiro ato é abrir a janela da sala e deixar que a brisa da manhã me abrace carinhosamente... Instantaneamente ouvi uma música... Daquelas que saem de dentro da gente e que é mágica. Ela me trouxe saudades... senti o coração se encolher e as emoções vieram com força... De olhos fechados resumi momentos em frações de segundos...  Talvez eu tenha acordado sensível...
Na minha mente uma única frase: ... Você parece àquela pessoa querida que foi viajar... que demorou anos... mas que voltou pra mim... Ouvi também... ‘pequena’... ‘princesa’... E pra finalizar... ‘se cuida’...
Chorei. Era tão cedo e eu já me sentia tão estranhamente triste. Já sabia que o restante do meu dia seria aquele velho dilema... matar e morrer. Mato diariamente partes de uma história, mesmo sabendo que morro em cada tentativa.
Na boa, estou muito... muito cansada disso. Hoje estou bem, daqui a cinco minutos não estou... se hoje esqueço, amanhã as lembranças vêem e detona co…

** As CoRes tEm VidA **

Correria total e eu maravilhada com tantos acontecimentos... Nem para postar estou com tempo mais, afinal essas provas estão me sugando... eita coisa boa! Afinal conhecimento nunca é demais, ainda mais se tratando daquilo que realmente gosto de fazer e faço com amor.
Hmmm amor... falando nisso, descobri uma nova paixão em minha vida e eis o motivo que estou altamente maravilhada... digamos que fui resgatada daquela ‘tristeza’ e estou tendo meu mundo invadido pelas minhas cores tão queridas. Descobri que há várias formas de se amar... várias formas de entregas... vários ângulos desse sentimento tão sublime. Infelizmente fui apresentada ao lado negro do amor (é... isso existe!) e as experiências não foram nada agradáveis. Mas não dizem que até mesmo na dor se aprende algo? Então... estou aprendendo. Um jeito mesquinho de se enxergar o lado bom estando em meio a uma escuridão em que eu imaginava não ter fim. Mas há sempre uma luz a qual nos recusamos a enxergá-la quando o que mais queremos …

** ApRenDa SeMpRe **

Eu aprendi...
...que ignorar os fatos não os altera;
Eu aprendi...
...que quando você planeja se nivelar com alguém, apenas esta permitindo que essa pessoa continue a magoar você;
Eu aprendi...
...que o AMOR, e não o TEMPO, é que cura todas as feridas;
Eu aprendi...
...que ninguém é perfeito até que você se apaixone por essa pessoa;
Eu aprendi...
...que a vida é dura, mas eu sou mais ainda;
Eu aprendi...
...que as oportunidades nunca são perdidas; alguém vai aproveitar as que você perdeu.
Eu aprendi...
...que quando o ancoradouro se torna amargo a felicidade vai aportar em outro lugar;
Eu aprendi...
...que não posso escolher como me sinto, mas posso escolher o que fazer a respeito;
Eu aprendi...
...que todos querem viver no topo da montanha, mas toda felicidade e crescimento ocorre quando você esta escalando-a;
Eu aprendi...
...que quanto menos tempo tenho, mais coisas consigo fazer.

William Shakespeare
Shalon Pessoas! Gostaria muito de 'aprender' a retratar meus momentos felizes…

** EsPeRanÇa **

Haviam milhões de estrelas no céu. Estrelas de todas as cores: brancas, prateadas, douradas, vermelhas, azuis, etc...
Um dia, elas procuraram Deus e lhe disseram:
"-Senhor Deus, gostaríamos de viver na Terra entre os homens."
"-Assim será feito." Respondeu o Senhor "Conservarei todas vocês pequeninas, como são vistas e podem descer à Terra."
Conta-se que naquela noite, houve uma linda noite de estrelas. Algumas se alinharam nas torres altas das igrejas, outras foram brincar de correr com os vaga-lumes nos campos, outras misturavam-se nos brinquedos das crianças e a Terra ficou maravilhosamente iluminada. Porém, passando o tempo, as estrelas resolveram abandonar os homens e voltar para o céu, deixando a Terra escura e triste.
"-Por que vocês voltaram?" Perguntou Deus à medida que elas chegavam no céu.
"-Senhor, não foi possível permanecer na Terra. Lá existe muita miséria e violência. Muita maldade e injustiça..."
E o Senh…

** As pAlavRas SãO pOrTas da AlMa **

εïз
Acabo de me surpreender com o livro “A Cabana” de William P. Young. Uma história de morte, de perda e buscas. Capaz de arranhar qualquer conceito religioso, pois Deus nunca foi falado de uma maneira tão simples, tão cheia de amor. Me surpreendi quando li certas coisas e me deparei com minha própria maneira de ver o mundo, utilizando minhas tão famosas ‘cores’, palavras e questionamentos infinitos. Toda e qualquer resposta, seja lá para qual assunto for... Encontram-se adormecidas dentro de nós mesmos, mas por cargas d’águas somos mesquinhos o suficiente para não enxergar nada... somos absolutamente escravos de uma visão de vida totalmente infundada e viciosa. Deus, Jesus e o Espírito Santo é a resposta. Três personagens mais que reais e que fazem toda a diferença. O que ser sem eles? Como viver sem senti-los? Como eu estaria agora se não fosse por eles?
E assim como indago, todos sabemos as respostas.Há diversas maneiras de se 'estar com Deus', essa luz divina que preenche toda e…

QuEriA enTendEr...

É... um texto bonito, mas vale ressaltar que o bom senso sempre deve permanecer... pois toda loucura de amor é válida, mas quando se termina seu prazo de validade (o encanto acaba) temos que estar preparados para a realidade.Amor, ódio... duas coisas que caminham lado a lado.Hoje amo.Amanhã odeio.E depois esqueço.
Como tudo pode ser ao contrário.Até parece que sou a única que torce contra, mas não... creio que sou a maior torcedora do amor, só não gosto quando ele machuca, deixa suas cicatrizes horríveis e que ferem dia a dia a alma. É sinal que nada foi válido, que o tempo foi perdido e o amor não existiu... restando arrependimentos tortuosos...
Nunca vamos entender de fato o coração do próximo, pois embora ele bata ou tenha o mesmo formato anatômico que o meu, as emoções serão sempre diferentes.O foda é conseguir amar esse ser tão estranho estando totalmente no escuro.
Risco... tsc, tsc...Um mal necessário.
Boa SextaInté +
bjuxJanNe


** tAlVez PaSsE **

Sei que o grande erro está em exteriorizar meu próprio mundo, mas as palavras tem vida própria, gesticulam, pulam para fora e segue sem pudor algum.
Tenho noção de que podem ferir, ultrajar o que menos desejo, mas quando me permito a viver nessas linhas, falo apenas de mim e minhas próprias dores.
A convicção que o mundo mostra-se em diversos momentos com várias faces eu compreendo, talvez ele que não entende minha visão ou minha auto-análise individual.
Aguardo sim ansiosa a próxima primavera, onde suas cores e suas folhas estarão estabelecidas de vez e quem sabe até lá não modifico minha atual paisagem, onde o sol aquece, a chuva molha e o vento sopra e nada me toca de verdade.
Está sendo uma escolha, sem culpas.

E certamente todos passam por isso, mas cada qual tem lá sua própria estratégia de se imunizar, a minha é essa.
Certa hora me assusto, me revolto com meu comportamento. Há pessoas lá fora me gritando, mas finjo não ouvi-las e troco a presença pela ausência saciável. Como se ela s…

** MigraM-sE As OpçõEs **

De repente paro e penso... como é fácil continuar a vida isolada do passado ou se perder no tempo mais uma vez.As coisas vão passando e esse tic-tac maluco vai nos atropelando a cada instante e numa fração de segundos fechamos os olhos e apenas temos lembranças rápidas. Mata-se e morre-se também. Uma conjunção doida que muitas vezes é desnecessária totalmente.
Na verdade somos mesmo todos limitados. A vida tem seus limites... eu tenho os meus e você os seus.Sei até onde posso ir, sei que devo retornar a partir de certo ponto e essa coisa mesquinha de liberdade acaba mesmo existindo como algo jamais palpável. Só ilusoriamente.As opções de se viver são infinitas. Engana-se ou vive-se de fato. Uns vivem sonhos outros realidades que gostariam que não existissem.Um troca-troca nesse paradoxo mundo interior.
O que ocorre é apenas a liberdade de escolha e não a liberdade total, pois creio que nem os pássaros têm um caminho livre, seguem o imposto... suas rotas migratórias, as quais tem lá seus…

** AltEraÇõEs e RisCos **

Olá... Ultimamente venho pensando muito antes de postar qualquer coisa. Fico tentando saber se as pessoas realmente lêem e entendem ou se escrevo mais para mim mesma. Criei um limite próprio e casual. Escrevo de emoções e raramente me autorizo a dar nomes a vidas importantes. Pois nunca sei como meu estado de espírito chega ou atinge o que mais ou menos desejo. Muitas vezes não quero atingir de fato nada e nem ninguém, mas as interpretações são imensas e diversificadas.
Em outros momentos penso que o melhor mesmo seria se guardasse tudo pra mim... sem expor... sem deixar gravado. Mas então não teria graça alguma manter esse blog (e vários outros) como vaidade.E nem curto ter vaidade, pois alem do que propriamente a palavra diz em seu conceito, vaidade é querer machucar as outras pessoas, é ser egoísta, é ignorar que outros também sofrem ou que também tenham alma. O mesmo que ignorar os sentimentos alheios, pois pensa-se apenas em você em ostentar sua própria imagem.Então o melhor é esc…