terça-feira, 15 de setembro de 2009

•°¤*(¯`°(VolToO LoGoO)°´¯)*¤°•


Saio de cena...
Deixo meu esgotamento físico e mental tomar conta de mim e obrigo-me a descansar.
Não importa para onde vou, com quem, se estarei bem ou mal.
Importa que estarei comigo mais que nunca...

Às vezes nos esquecemos de ‘nos encontrar’ e o cotidiano invade nossa vida de maneira sorrateira, como um ladrão... Por meses e meses somos incansavelmente escravos do ponteiro do relógio: hora de acordar, de escovar os dentes, tomar banho, se alimentar, de trabalhar, de almoçar, etc, etc e depois: hora de voltar... Agora quando nos desligamos, mesmo que temporariamente desse tic-tac sangue-sugas de uma figa, a vida parece perder o ritmo frenético... Vai desacelerando aos poucos e você chega a enjoar.

Já notou que nada está bom, quando está?
Hmmm é sério!
Hoje acordei cansada, sensação de peso, de limite do esgotamento mental, não suportando meu próprio peso e tudo porque minha mente já incorporou a palavra “férias” e associou ao descanso súbito! Emergencial. Nada quero fazer, nada quero falar... Quero fechar o sistema e voar. Como se estivesse me libertando... Mas lá no fundo, já sinto saudades...
Saudades de ser útil, de aprender, de ouvir e cooperar. Saudades dos mesmos rostos, das mesmas risadas e dos mesmos papos calientes divididos numa troca de turno e outro.
Somos uma família e sempre que tenho que deixá-la, sinto sim um aperto no peito... Um certo medo de nunca mais voltar.
Apenas sensações e emoções.

Abandono meu lugar por 20 dias com a esperança tosca de retornar com tudo diferente (assim como as novas promessas – nunca cumpridas diga-se de passagem – feitas na virada do ano). O que vale são os pensamentos positivos, sonhos, alegria e paz. Isso quero encontrar nessa ausência tão singela, tão pequena.

Não prometo posts nesses dias, mas deixo aqui meu coração e votos que todos estejam bem... que todos os escravinhos do tempo continue os mesmos quando eu retornar.

“Saiba apreciar o espetáculo da vida de peito aberto e sem ressentimentos”
Uma boa dica para se começar um novo dia.

Fiquem com Deus!
Beijos
Janynha

Um comentário:

Pleiba disse...

OIe linda!
Otima ferias pra vc querida! aproveite bastante viu!!! :) obrigado pela preocupação ta! ti doro!!!
estou bem ta :)

Ah o amor qdo se corrompe não é amor...
Qdo somos mto sentimental o amor sempre existira pelo sentimento mas qdo vem a decepção ele se corrompe :( isso não só em relação a dois mais em qualquer situação
bjuz doce linda