sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

** SeM LuZ **


É não adianta querer me ausentar, quando não tenho tantas palavras assim para explicar a felicidade.
Ela está por um fio pra mim e meu dilema recomeça... e o melhor a fazer é escrever... Colocar para fora essa dor estranha que teima em bater em minha porta.
Meu erro não foi pequeno, isso eu sei. Mas foi o suficiente para me fazer acreditar que o sonho acabou. Ter essa sensação é a pior de todas as coisas. Machuca muito.

Estou triste comigo.
Pois sei que os dias não nascerão mais perfeitos e nem terão tanta cor assim, para vislumbrar meu ser e me encher de coragem.
O que mais me machuca não é estar de frente ao abismo novamente, e sim saber que os momentos ficarão presos em mim...
É saber que não vou mais vê-lo...

Eu nem perdi, mas é como se já tivesse assinado o pacote duplo da saudade.
Assim como vai para longe, distancia-se cada vez mais de mim, eu sei disso. Sinto isso. E é no que me agarro por hora.

Nada mudará o que estou sentindo agora. Nada.
E olhar para frente é só escuridão e já estou com medo de enfrentar. Serão dias difíceis!

Na verdade estou mesmo me sentindo o monstro do Lago Ness. Onde todos que entram na água faço logo mal ou então vou machucar, até saírem correndo...Como sempre absorvo a culpa e não a divido com ninguém. Mas não esperava assistir minha felicidade escorrendo pelos meus dedos sem poder fazer nada... não mesmo. E nem lutar eu posso. Nada X nada.

Estou tentando traduzir algo que nesse momento está latejando aqui dentro e não consigo. Palavras me somem, fico muito melancólica e tudo sai como não quero. Estou sufocada.
Melhor parar por aqui!
E que seja o que Deus escolher pra mim.

(...)

http://www.youtube.com/watch?v=manxPVTLth8