sexta-feira, 5 de agosto de 2011

** Na medida exata **

O que sinto preencheu o copo e escorreu...
Foi desperdiçado em pequenas quantidades. Mas suficientes para me deixar irritada com a molhadeira sobre a toalha de mesa.
Detesto bagunças. Detesto ter que limpar tudo sozinha.
Mas acabo fazendo, com a certeza que vou deixar tudo melhor que antes.
Ouço uma música e na fumaça redonda do cigarro eu domino os devaneios, vou criando coragem.
Meu primeiro instinto é jogar o copo todo fora. Se não serve para grandes quantidades, não serve para mim...  nada de esvaziar pela metade, alias odeio metades, seja lá em que situação.
O jeito é tomar eu mesma doses moderadas de bom senso.
Ráh! A sorte é que não me embriago fácil...
Sempre preferi encher os copos alheios a os meus... Esses eu degusto com cuidado!
 by JanNe (a metáfora em pessoa hehehehe)


2 comentários:

Leandro Lima disse...

"Sempre Preferi encher os copos alheios a os meus... Esses eu degusto com cuidado!"

Gostei dessa parte, me identifiquei.

Blog legal.
=D

Janaína Pupo disse...

Patacaparéu, você arrasou. Eu tbm detesto pela metadde, quero cheio, inteiro!
Muito bom amiga!
Beijos.