quinta-feira, 19 de março de 2009

ViDa e ExTrEmOs

Viver é uma dádiva... mas existem os extremos!
Meu extremo é uma busca incansável pela felicidade plena, pois já me cansei da momentânea.
Quero ser feliz ao extremo. Quero amar ao extremo, quero viver ao extremo dos atos, das coisas e sentimentos.
Tudo eu desejo que seja intenso em minha vida, cada respiração, cada instante.
A beleza do mundo é extrema, as emoções das pessoas são valiosas e invioláveis. Ninguém conhece ninguém ao extremo e está aí a graça em querer des
vendar a alma (meramente ilusão, é claro!).

Sinto-me satisfeita com minhas opiniões, sugestões.
As melancolias são apenas momentos que retrato do meu jeito, ao meu modo... eis o motivo para se postar.
Antes meu amigo era um confidente cheio de figurinhas e folhas rosas... E a cada ano uma nova história, um novo amigo, uma nova página...
Meu diário era o meu extremo. Era o reflexo dos meus altos e baixos, das vitórias e dos dissabores de uma vida.

Meu extremo maior sempre foi o sentimentalismo... sempre fui escrava dessa palavrinha.
Amei os mais absurdos, o inimaginável e sempre criei meu próprio castelo com o pouco de areia que tinha. Acho que fiz certo, pois meu objetivo era acertar...

Embora hoje todas as minhas indagações ‘extremas ou não’ permaneçam ‘on-line’, ainda sou a mesma “Jana” daquela época em que meus soluços e frustrações terminavam numa linha de um papel qualquer. Meus diários (alguns é claro) ainda continuam guardados, o motivo disso sinceramente não sei. Lá meu extremo era o silêncio do meu quarto, num dia bom ou ruim, agora aqui não... meu extremo é dividido com blogueiros feito eu. Uns a procura do universo alheio, outros apenas visitantes.

É como se minhas palavras não morressem nunca com um ponto final. É como superar limites (pois escrever o que vai a alma não se é tão simples assim) e extravasar meu extremo de uma maneira livre e casual.

Aqui sou eu, absoluta.


bitokAssss TotoSasss
Jana - in secret


Um comentário:

Adriele Moraes disse...

Eii..
Comecei hj a me infiltrar nesse mundo do blog por sinal vi o seu que muito a ver com o que eu passo...
Eu tbm to vivendo de extremos a vezes eu quero as vezes naum... e por ai vai..
porque somos assim neh..?

Ate mais...
Adriele Moraes