quinta-feira, 23 de setembro de 2010

** CaRa ou CoRoA?? **


Irremediavelmente os dois lados da moeda incomodam... Cara... um destino todo certo... Coroa.... o lado errado, sempre.
Mas por cargas d’águas, o erro sempre é mais atrativo, ou melhor, mais atraente. E a confusão é imediata: O erro sempre vem com a desculpa de querer acertar, afundando os pobres de espíritos em suas criticas e culpas sem fim.
Talvez jogar a moeda para cima e testar a dona sorte não seja mais uma brincadeira saudável, a julgar pelos anos de vivencia ou conseqüentemente de erros profundos.

Acertar o lado certo é uma missão quase impossível. Levam-se meses, anos... tudo numa fração de tempo incalculável. Mas como toda sorte é ingrata e provida de uma certa sedução silenciosa, bate de vez em quando a porta de um moribundo qualquer. Bingo!
Da noite para o dia, eis que a figura abstrata se torna perceptível.
Tem seu papel mudado onde antes era nada.

Pés fincados e a rir da realidade quase intocável... certo que sua ilusão de ótica desprovida de qualquer reação... Verdade ou Mentira?
Afinal, há tanta coisa ruim por trás de encantos, que quando a realidade mostra suas garras, já nem se sabe o quanto e como se viveu no surreal.

A culpa é de quem, de Papai? Minha? Dele? Sua? Do Universo?

... Então a Deusa da Oportunidade passa faceira com seus cabelos sedosos ao vento...
Brincando com a moeda, ela anda lentamente. Em seu coração o desejo mais ardente é que sua presença seja notada e paralisada...
... Mas quando se menos espera, ela se foi! Você a deixou passar e sabe Deus quando retornará...
Ficando para trás apenas a moeda do destino ao chão...

E eis o momento mais complicado... o de se tomar uma decisão por qual dos lados optar, CARA OU COROA?
Um dos lados é altamente convidativo a gritar por suas vitimas... E o outro de tão correto e justo chega a ser calado, feito os tristes em suas profundezas. Esse jamais vai esboçar qualquer esforço, mesmo que seja mínimo, mesmo que seja por tão pouco tempo. Pois é você quem deve querê-lo e tomá-lo pra si.

E essa decisão, nem todos estão preparados.
Ainda continuo com minha moeda nas mãos, sem tomar partido algum. Ainda me sinto criança levada, a qual comete erros inesperados... e que “acertar” esteja um pouco distante.
Claro que o lado mais calado (o correto) me seduz... me motiva a conquistá-lo diariamente... e chego a gostar desse lengalenga...
O que você escolhe???
...
(by Jana)


Nenhum comentário: