segunda-feira, 27 de outubro de 2008

LokAa eU?



“Devagar se vai ao longe” – eita frasezinha mais sem-vergonha. Pelo menos euzinha aqui não gosto de buscar soluções demoradas, gosto tudo na hora, afinal a minha tolerância é zero.
E querendo ou não sou assim pra tudo. Desde a simples compra de um objeto a escolha de um parceiro perfeito (aff... perfeito não, quase).

E como ironia do destino, acabo servindo de chacota para os anjos. Pois estes colocam em meu caminho, os sonhos mais difíceis.

Hoje eu queria sair sem rumo, sem aquela velha obrigação de voltar pra casa, de atuar meu papel de mãe. Gostaria de editar certos deveres. À noite me serve como um antidepressivo potente. Me acalma, sossega essa minha irritabilidade descomunal pré-menstruação.
Ah, e não estou jogando a culpa na tal TPM dessa vez. Estou chata porque estou carente!

MeoOo, hoje quero escrever abreviando palavras, quero dizer palavrões sem censura. Não quero baton e muito menos delineador enfeitando meus olhos, afinal eles são castanhos mesmos, nada muda isso, apenas sobressai.

Estava feliz admirando o ‘sol’, mas sou “Lua” – o que faço?
O ‘sol’ dissipa essa brisa fria em mim, ressalta cores adormecidas pela escuridão provisória (mas logo se vai). Fico na defensiva. Gostaria de ter tempo para contemplá-lo (ainda estou falando do sol hein), mas será que ele vai entender e admirar verdadeiramente a noite que existe em mim? Ou vai apenas curti-la como tantos??

Sim. O sol e a lua se encontram. Se esbarram em suas esquisitices no eclipse. Estou falando desse momento especial.
Eh...e novamente estou dentro de um campo minado (esse jogo #@*$!#$, que detesto), mas não mais como uma jogadora novata. Tenho o tempo como aliado, mas pra ser franca... quisera eu fazer o ‘meu próprio tempo’.

O sabor da felicidade não seria tão gostoso, se antes não provássemos o amargo. É preciso apenas diferenciar os líquidos e seus conteúdos. Antes eu me encantava com as cores das taças e não com o sabor. Eh, a gente muda. Mudei bastante!

A atração entre os sexos é divina. Adoro isso. Mas por trás da cortina tem que haver sentimentos, emoções no mínimo fortes. Priorizo isso agora. É importante.
A noite que está aqui dentro guarda segredos, mas não quero mais que ela apenas seduza...

Sou complicada sim. Admito.
Mas uma coisa é certa, eu quero somar... Chega de perder o controle da equação e errar feio no resultado.
Tudo tem que valer a pena!

E que (aff) foda-se o resto!

BjoO
Jana

Nenhum comentário: