quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

** MomEnToS **


As palavras estão entaladas hoje na garganta... como se não houvesse sentido colocá-las para fora. Estou me sentindo ausente. Um misto de carência, agonia e pressentimento. Estranho!
Estou bem. Mas a necessidade de sair correndo sem rumo, me esconder num quarto escuro, tapar meus ouvidos e ouvir só a minha respiração é grande. Acordei triste, isso sim. Mas na verdade nem sei porque.
Senti um medo do sonho se desfazer...
Senti medo de perder novamente.
É como se isso a qualquer momento fosse acontecer.

Não tenho como retornar pelo caminho que fui deixando para trás. Eu subi o morro... e ele é alto demais. Fui além. E só eu sei a proporção desse sentimento.
Ignoro o medo sempre que posso. Aprendi a controlá-lo. Mas não sou imune as minhas reações emocionais, tão presentes ao longo desta vida.
Sinto-me adocicada pela felicidade, mas hoje eu me lembrei do amargo.
Então me calei.
Não tenho argumentos para me defender disso. Não sou forte o bastante.
Sou como sempre. Sensível e vulnerável a dor. Pelo menos estou me sentindo assim nesse momento.

Detesto enxergar as coisas com os olhos espirituais. Pressentir. E ter que esperar. Sem poder fazer nada é o pior dos dons.
Minhas veias estavam intoxicadas das substâncias: ‘dopamina, feniletilamina e ocitoxina’ as quais estavam me entorpecendo de bem estar e uma euforia sem igual. E agora onde elas estão?? Me deixaram em crise isso sim, quase uma abstinência emocional. Sei que estou feliz, mas hoje... hoje é como nunca tivesse sido. Vivo o sonho diariamente, mas hoje... hoje cai num buraco escuro ou ao menos tropecei.
Estou confusa, não sei se rio ou se choro. Melancólica – culpa da TPM – é... pode até ser.
O fato é que quando me sinto assim, sei que preciso de colo.
Preciso respirar essa paixão profundamente e deixar que ela devolva meu sorriso. Dependo do seu toque para me sentir feliz de novo... e me encontrar nesse escuro!

Isso vai passar, tenho certeza disso!
Bjux

Nenhum comentário: