terça-feira, 3 de agosto de 2010

** NãO faÇa + NaDa **

(Tudo que eu faço) eu faço por você.
(Everything I Do) I Do It For You Bryan Adams

Olhe dentro dos meus olhos, você vai ver
O que você significa para mim.
Procure em seu coração, procure em sua alma
E quando você me encontrar, não vai procurar mais nada.

Não me diga que não vale a pena tentar,
Você não pode me dizer que não vale a pena morrer por isso
Você sabe que é verdade,
Tudo que eu faço, eu faço por você.

Olhe dentro do seu coração, você vai encontrar,
Não existe nada lá para esconder.
Me aceite como sou, fique com minha vida,
Eu entregaria tudo, eu me sacrificaria.

Não me diga que não vale a pena lutar,
Eu não consigo evitar, não há nada que eu queira mais
Você sabe que é verdade,
Tudo que eu faço, eu faço por você.

Não existe amor, como o seu amor,
E nenhuma outra, poderia oferecer mais amor.
Não existe lugar, se você não estiver lá
Todo o tempo, até o fim.

Olhe para o seu coração baby

Oh, você não pode me dizer que não vale a pena tentar,
Eu não consigo evitar, não há nada que eu queira mais.
Eu lutaria por você, eu mentiria por você,
Andaria na corda bamba por você.
Sim, eu morreria por você

Você sabe que é verdade,
Tudo que eu faço, eu faço por você... 

***
Ontem assim do nada essa letra chegou até essa pessoinha que vos escreve...
E diga-se de passagem eu entrei em choque... 
Rs...Essa tal borboleta que não vai embora... que não sai de uma vez por essa janela...
Em vez de alegria (como antes) eu sinto um sentimento tão estranho por ela... um misto de várias coisas ao mesmo tempo, uma agonia sem fim...
Porque ainda tudo me leva ao que eu mais quero esquecer?
Porque essa maneira rídicula em ser fiel a mim mesma? E olha que isso vem sendo um debate constante em minha vida... uma discussão complicada pela minha própria vontade e censura em se permitir que alguém se aproxime...
Ainda preciso de algo pra deletar tudo... pensei que fosse apenas 'tempo', mas é bem mais que isso...
Talvez uma única palavrinha mágica e essa borboleta desapareceria... mas nada, nada depende de mim...
A música é só mais uma parte de uma mentira... que um dia acreditei. Trouxe com ela não somente uma letra que confiei, mas momentos que achei a felicidade ali escondidinha...
Uma felicidade feita como um castelo de areia... que ao menor toque desmoronou... se desfez... em segundos....
"Se tudo que fez, fez por mim" eu não quero nunca mais que faça nada...
Apenas gostaria (necessito) que a borboleta voe alto... pra longe... bem longe... onde meus pensamentos nunca mais a encontre....

é o que penso!

(...) by jana


Nenhum comentário: