quarta-feira, 27 de outubro de 2010

** sE prEciSo fOr, tiRe-oS da CaiXinHa SeCreTa **


Irreais... Reais... Necessários... e Banais.
Quem é que vive de sonhos?

Todo mundo! Na verdade, acho que o bicho homem é um sonhador ambulante e até mesmo quando não está pensando no assunto, está na busca implacável.
Tirando os pesadelos, em geral os sonhos se tornam sempre metas. Coisas que nos impulsionam a viver diferentemente um novo dia, que nos fazem ter coragem e nos tornam escravos desse ‘querer surreal’.
Sonhos são utopias. São devaneios, ilusão e fantasia.
Chamamos de sonhos coisas que estão fora do alcance no momento atual, na realidade.

Sonhos são desejos... de coisas, de pessoas.
E há os que creiam que a vida é um sonho... Perverso ou bonitinho... Com flores ou com um vasto deserto...
Sei lá.

Tem horas que preciso acordar, mesmo que caindo da cama.
Não importa como será o tombo, mas deixar de sonhar... sonhar...
Às vezes isso chega a me fazer mal.
Porque sou do tipo que não precisa de bússolas para tomar uma direção...
E nem sair correndo atrás dos sonhos como se fossem borboletas fujonas.
Pra mim, sonhos são apenas complementos importantes.

E de quebra tenho aqui minha caixinha secreta, repleta de uma porção deles. Uns estão caquéticos e cansados, sentados a espera de uma pílula mágica do vigor, outros, mais parecem bebezinhos... doidos para atropelarem minha vontade e fazer travessuras.
Fui juntando tudo ao longo desses anos malucos.

O melhor é nunca cair em suas armadilhas. Por isso prendo os meus com certa cautela que adquiri com o tempo.
Apenas os acaricio com todo amor, sem nunca prometer a realidade, por exemplo.
Vou fazer sempre o que tiver que ser feito por eles.
Mas do mais, prefiro viver o momento.

Prefiro que os sonhos me perturbem na hora certa, só assim saberei se renderão felicidades ou tristezas... E se realmente vale a pena retirá-los da caixinha!

Hahahaha... Mas muitos valem o sacrifício.

(by JanNe)



Nenhum comentário: