domingo, 9 de janeiro de 2011

** Um GranDe AmiGo FiéL **


Dia triste hoje.
Estive ao lado da morte e fiquei observando ela fazer seu trabalho lentamente.
Mas uma vez tive que assistir a vida sendo levada embora num ultimo suspiro e como diz minha mãe, vai ver que tenho mesmo o dom pra isso – de estar ao lado na hora certa, da partida de alguém.

Passei horas (e dias) acompanhando e tentando reverter algo que eu já previa. No ponto de vista físico é sempre bom manter as esperanças, mas na visão espiritual eu já tinha visto o final de tudo.

Minha família perdeu um ente queridíssimo esta manhã (não uma pessoa), mas um animalzinho que eu amava como se fosse meu, nosso querido cãozinho – o Toffy.
Estive esses dias controlando as lágrimas para que ele tivesse forças... cuidei como se tivesse cuidando de um filho... dei amor, tentei ocultar sua dor... mas não consegui!

E a única coisa que eu via era a morte a rondar seus passos. Como uma sombra, um anjo (que nunca achei tão mal assim) esperando... esperando...

Isso é um tanto quanto frustrante. Logo eu que sou a favor da vida ter que concordar com a morte e até mesmo desejá-la para que o sofrimento seja decepado, me deixou arrasada.
Sou assim sempre, com as pessoas que cuido e com qualquer ser que tenha vida dentro do peito.
E por cargas d’águas sou eu sempre a estar ali, nos momentos finais... A fortaleza em pessoa, como se tivesse embutido em mim esse dom antes mesmo de desejar respirar nesse mundo.

Mas confesso, é penoso.
Não sei chorar nessas horas, não sei ser outra coisa a não ser uma cuidadora com o espírito pronto a abraçar qualquer situação.

Às vezes acho que é este o meu jeito de lidar com a morte: saber que ela está ali e ignorá-la. Respeitando seus atos, suas decisões drásticas, mas necessárias.
Aceito... Faço uma oração em silencio e entrego a chama da vida nas mãos do Nosso Papai.
Todos têm seu tempo.
Tudo tem inicio – meio e fim.

E a vida continua...
Mas sentirei saudades infinitas...


"Os animais dividem conosco o privilégio de terem uma alma." (Pitágoras)


- by JanNe -

2 comentários:

الرجل ذبح بعضهم البعض ولكن الخيول باهظة الثمن disse...

tudo o que é vivo tem alma

vegetal também

e bactéria

vírus tem alma não...

loraine disse...

Hoje minhas lagrimas ainda não cessaram!
Sinto na pele o mal que me fez a tua ida!
Ainda posso sentir o cheirinho do seu halito, posso sentir o toque da sua pelagem nas mãos, posso sentir o toque dos nossos carinhos...
Sei o qnto lutou pelo nosso amor, e até o ultimo momento ele prevaleceu, e aonde vc estiver, sempre irei Te Amar!♥