sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Ele lEvA tUdO, sEm PeDiR... pQ?




sexta-feira, 1 de agosto de 2008 16:48h

Mais uma semana se põe em seu devido lugar: no passado. Lamentável saber que tudo que vivemos um dia vai embora. Ficará preso em sua história e morrerá junto com você, em sua lembrança.
Sinto saudades de muita coisa que já vivi. Dos amigos antigos, de lugares, de certas brisas e principalmente do sorriso inocente e verdadeiro.
A vida seria frustrante se pensarmos só no que se foi. O bom (e o que todo mundo gosta) e de sonhar com o futuro, de fazer planos e mais planos. A saudade é um sentimento egoísta e que ao meu ver nem deveria existir, mas é o que move nossas vidas, nossos sentimentos (então, que venha essa senhora saudade e nos deixe a mercê do momento).
Hoje eu tive vontade de mudar minha vida (mas mudar de verdade). Gostaria de sair da cidade e deixar para trás anos de história. Mas tenho raízes, tenho já saudades do que ainda nem mesmo tive coragem de deixar... Correr definitivamente não é a solução (acho que estou precisando mesmo é de um momento só meu, sem rostos conhecidos, sem sentimentos aflorados).
Para relaxar essa mente que não pára, acabo de sintonizar meus pensamentos a uma boa música (calma, suave) e deixo fluir meu estado de espírito negativo, afinal não preciso dele nessa sexta e muito menos em um final de semana que está brotando no horizonte.
Cansei de inflar a auto-estima alheia, to precisando encher a minha bola. Pois ultimamente só ouço, mas ser ouvida que é bom, nada... Aprendi que sou euzinha a única a meu favor e tenho a obrigação de cuidar de mim. Amigos te acham quando precisam, te buscam no inferno se precisam!
Deixei de ser assim há muito tempo, os anos me trouxeram a experiência de cuidar da minha vida sozinha, sem apoios, sem muletas (mas isso não quer dizer que eu não preciso de amigos – apenas os quero por perto para dividir momentos bons e não problemas sem solução). Deixem os momentos ruins pra lá e curta intensamente os bons, pois estes são passageiros na vida de uma pessoa comum como eu. Pois assim, quando a senhora saudade chegar, teremos coisas agradáveis para lembrar.

Que a noite chegue e abale meus sentidos. É isso que espero pra logo mais. Que eu tenha uma boa noite e que adormeça feito criança sem deveres, sem remorsos. Que toda amargura fique no passado, este cara responsável em levar toda minha vida na bagagem sem nem mesmo me pedir permissão.

Boa noite galera!!!
BjoOo
Jana

Nenhum comentário: