sábado, 2 de agosto de 2008

sEm JulGaMenToS... ViVa aPeNaS!



sábado, 2 de agosto de 2008 18:01h

Falta pouco para curtir o sábado da maneira que me é de direito. Trabalhar é bom, mas cansa. Chega a ser tedioso (se ao menos eu estivesse de frente a uma paisagem bonita! Mas o bosque lá fora não me trás muitos atrativos e nem mesmo muita opção).
Estou curtindo o momento favorável – eu decido as coisas como quero, sem muitos grilos (mas no fundo estou realmente sem saber o que fazer, mas não serei trouxa em mostrar-me vulnerável). Auto-confiança é tudo, devo acreditar no que quero.
Sou insegura sim e em muitas coisas, mas procuro me manter do outro lado do muro – observar é meu ponto forte.
E pra quem já não está entendendo nada, ESTOU NITIDAMENTE falando de sentimentos.
Já fui pior. Já fui romântica ao extremo e quebrei a cara com isso. Só que romantismo não se perde, se perde sim é à vontade de mostrar isso claramente (pois no fundo você acaba esperando uma boa ação da parte que o seu coração escolheu). Você não deixa de sonhar só porque teve parte dos sonhos queimados feito um papel sem valor. Você não esquece aquilo que está impregnado em você feito perfume ou marcado como tatuagem. É grotesco, eu sei. Mas é a real. Sentimentos são inexplicáveis. Amamos e ponto e se odiamos também.
Por enquanto ainda deixo rolar o sentimento que aflora quando menos espero. Se um dia ele vai embora?? Só o cara lá de cima poderá arrancar-me do peito (pois não é ele quem decide meu caminho? Pois então. Que assim seja).

Já havia dado por vencida, mas não estou. Havia decidido mil e uma coisas e falado tantas outras, mas para se terminar algo descobri que dependo de um acordo em comum com a parte alheia e essa não quer deixar que eu voe sozinha. Se eu não gostasse, o mandaria passear. Mas está ali todo o meu pensamento diário (e é exatamente aí que me traio).

Mas uma vez estaremos nesse sábado, frente a frente. Me pergunto se saberei ter nas mãos as rédias da situação, se serei firme mesmo ou firme feito prego na areia! O problema é e sempre será a aproximação. Essa aí é fatal.

Bom, sem muito o que escrever paro por aqui para não trair meu próprio dedo digitando aquilo que a minha razão não deseja nem por um milímetro. Além de não ter controle sobre minhas ações, a minha alma me faz perder totalmente a razão. Espero que me entendam.

Um bom sábado e um domingo melhor ainda.
BjoOo
Jana

Um comentário:

Anônimo disse...

oie minha pqnina tdo bem com vc???
Pelo q andei lendo no seu blog ñ né...Faz um tempinho já q ñ trocamos umas ideias né minha comadre...
Sinto saudads da nossas bagunças, conversas e outras coisas....
Loira t adoroooo mtooooo....
e qru q saiba q sempre q precisar estarei aki pronto pra te ajudar no q for necessário....

bjsss e mais bjsss
Gustavo