sexta-feira, 22 de agosto de 2008

O q ViRá sOh DeUs SaBe!


sexta-feira, 22 de agosto de 2008 16:12

Sexta-feira gritando e um tal de fenômeno climático conhecido como ‘veranico’ fazendo o que bem entende com a gente. Agora sim, eu estava a espera de retirar todas aquelas blusas e calças do armário e ao invés disso, sou obrigada a guardá-las e sair por aí carregando uma garrifinha de água a tira colo (com medo da desidratação precoce), sem contar que o meu desejo do momento seria o de estar bemmm a vontade como costumo ficar em casa, curtindo o calor da minha solitude. Ah, os tempos deixaram de ser os mesmos e ao contrário, brincam com nossa saúde (algo lamentável). Um calor desses e eu aqui, amargando uma gripe daquelas!

Ontem tive o mérito de trabalhar no turno da manhã (o meu favorito por sinal)... Parece brincadeira, mas passar a tarde toda em casa e a noite também acaba fazendo uma grande diferença para o meu curriculum de mãe. Agora, trabalhando no turno da tarde, eu mal tenho tempo de cuidar da casa de manhã e a noite chego junto com meu estresse físico e mental... Conclusão... não sou boa mãe e muito menos dona de casa, falta-me tempo até para ser eu mesma.

Os pensamentos são positivos para uma mudança total em minha vida. Não deixei de sonhar, mas a realidade me impõe certos castigos. Estou aguardando o sinal verde para poder avançar (com cautela dessa vez, sempre olhando para os lados, para prevenir acidentes).
Por ser delinqüente, meu coração está sendo mantido em cárcere privado. Nada de visitas, nada de procurar amores de verão (já que estamos no inverno, certo?!). O momento é de reflexão. Tudo detalhadamente manipulado. Novas técnicas, nova maneira de encarar as coisas e pessoas.

Deixei de ser cética há muito tempo. Parti para a realidade e para a paciência em aguardar o momento e hora certa dos acontecimentos. Não preciso ver pra crer. Prometi não me arriscar mais nesse impulso infantil que me trouxe grandes danos (até que enfim, estou aprendendo). Estou apenas obcecada em acertar os pontos comigo mesma.


Bom, mas voltando a sexta (meu dia predileto da semana). Hoje marquei um happy hour com dois amigos, que alias, toda essa bagunça sentimental me trouxe de presente: Tato e Lulu – ambos tenho grande estima e consideração.Trarão com eles lembranças que eu quero esquecer (sim, claro) mas já que resolvi sair dessa maré que não me leva a nada, aprenderei a controlar minhas emoções. Brindarei a favor da libertação e isso o passado e nem o presente poderão me tirar, já que a escolha é só minha. Viva! E Tim-tim pra todos.

BjoOo
Jana

Nenhum comentário: