segunda-feira, 5 de abril de 2010

** Eis q RetoRnO eM miM **


Primeiro, orgulho:
ignora, esnoba e finge
"você pra mim? não era nada..."

depois, surpresa:
implora, chora e desaba
"agora é tarde".

...o errado acontece
para amaciar o caminho do certo.

Pode me fingir de morta
por que me sinto mais viva que nunca.

Pode me fingir inexistente
pois me sinto mais real do que nunca.

Como o mais velho
é o mais novo,
e o mais novo
é o mais velho?...

Maturidade não é sinal de idade
é sinal de compreensão dos fatos
e de apreensão dos erros.

O orgulho me deu um chocoalho,
Era necessário, estava precisando...

Acordei...
Sem meus erros, sem acertos.
Acordei por mim.

Deixei meu coração de lado,
Serei fria, sem alma...
Melhor ser assim do que continuar daquele jeito.

Uma fuga, uma mentira...
Porque não incorporá-la já que sei fazer isso tão bem?

Se não posso viver de sonhos bons, que sejam os velhos antigos.
Onde o amor não se enquadra, não existe.
Era tudo tão bom quando não existia.

Pois eu digo,
Ficarei comigo, é claro!

(by Jana)

Nenhum comentário: