terça-feira, 6 de abril de 2010

** UmA hOrA a ChuVa PáRa **


Que coisa mais engraçada.
Tenho dentro do peito uma alegria imensa e uma dor profunda.
Nem sei se dou risadas ou se choro.
Se me sinto orgulhosa ou se me desespero.

Uma parte de mim vibrou pela manhã e a outra me fez por instantes ficar de cabeça baixa e olhos fechados...
Porque sempre o lado ruim prevalece?
Estive alegre, mas como deixar essa alegria percorrer meu corpo, se tudo me parece sem sentido algum...

Não. Não queria sorrir. Estive a todo o momento com algo entalado na minha garganta, talvez uma tristeza, uma frustração por tudo que anda me acontecendo esses dias e ainda continua, mesmo a alegria ter me batido na face.
Ficarei assim por um longo período, como se o caminho escuro não tivesse voltas...

Por mais que esteja presa a mim mesma, eu pensei no meu coração.
Queria que estivesse ali por perto... que seu sorriso me acalmasse e me tirasse daquela angustia...
Ou simplesmente me deixasse ouvir seus batimentos.
Mas tudo que senti foram terríveis ausências...

Mesmo estando ao lado de tanta gente, eu me senti sozinha.
E nem a chuva conseguiu lavar minha alma...
Só senti um certo frio... que vinha de dentro, tentando feito louco me fazer acreditar nos porquês em se continuar...

Ah! Se eu pudesse deixaria tudo para trás e seguiria sem rumos procurando por aquilo que anda me fazendo tanta falta.
O orgulho mexe com meu brio, me alimenta... mas sei que não dá para ignorar esse buraco no meu peito, basta se olhar no espelho. A grande mudança está aí.

Será que saberei mesmo esquecer?
Ontem sim. Hoje não e assim sucessivamente.
Cada dia por vez.

Embora tenha ganhado uma flor da vida nessa data, eu preferi jogá-la fora, pois ainda não quero ver cores vibrantes. Pode chover, o céu cair, nada vai me trazer meu coração de volta.
Nada. Não assim facilmente.

...
by Jana

Música Preferida: http://www.youtube.com/watch?v=mWOkG4KPgNQ

Nenhum comentário: