quarta-feira, 11 de junho de 2008

QUerIa sEr cOmoO eLeSs..

11/6/2008 16:19:23

O final da tarde já começa a apitar na linha do horizonte. Mas um dia exaustivo aqui fora e aqui dentro. Ansiedade, impaciência e a sensação de estar pisando em cacos de vidros.
As extremidades dos meus dedos estão frias e meu corpo quente, como se quisesse me dar um sinal de que não estou bem... Queria mesmo estar longe, bem longe... sentar debaixo de uma árvore (em um ponto alto de algum lugar) e ver o sol se pôr (dando fim também a mais uma obrigação). Lentamente vou dando ritmo as idéias, colocando virgulas e pontos em seus devidos lugares. Não consigo fechar os olhos e me enganar, tenho que ser sincera comigo mesma, me devo isso... nada vai ser como meu coração idiota fantasiou...
Aff, quanta cretinice minha! Estou pensando só em mim, vejo só meu umbigo e o pior é que não há segunda opção. Quero a minha felicidade, o meu prazer, a minha satisfação. Chega de viver e respirar o mundo dos outros, se preocupar, acreditar, confiar... Talvez não valha a pena mesmo. Afinal “Felicidade é perfume. Não a espirramos nos outros sem que as gotas não caiam em nós mesmos”. Por isso meu amigo seja sim egoísta, pense em você pelo menos uma vez na vida... Só não seja dessa forma até o fim da sua vida, mas um pouquinho não vai te fazer menos ou mais filho da puta nesse mundão de meu Deus (ah, já ia me esquecendo... as palavras chulas saem sim de minha boca e com uma freqüência admirável... um lado que não preciso desgastar-me aqui em explicações né?).
As mulheres deveriam ser mais racionais (não entendo o porque de serem certinhas, românticas, fiéis, bonitinhas 24h, perfeitinhas para os marmanjos)... Teria mais graça se fossemos como eles. Imperfeitos. A mulher que deixa o seu feminismo de lado é intitulada de outro time, de outra banda, etc, etc (nem vale a pena comentar porque o preconceito é outra coisa idiota). Falo apenas de ser menos emotiva, pois isso acaba com nossas metas, nos fazem capachos, dependentes do sexo oposto.
O homem não é menos dependente... não, não! São apenas espertos em mascarar seus sentimentos e o lado emocional, pois assim não sofrem tanto... e acabam levando a taça de racionais.
É bom ser mulher até quando não somos lideradas por emoções sentimentalistas... Por mais que você seja dura na queda, você sofre com a ação e reação... Você não evitará lagrimas quando quer pô-las pra fora do seu ser... Vai ser sempre sentimental e ponto, sem exceções.
E hoje quero ser apenas eu. Sem me lembrar do meu lado feminino. Quero ser egoísta a ponto de evitar as lágrimas (quando quero chorar)... Quero ser dura (quando a minha vontade é ser doce e frágil) e quero depender apenas de minhas forças (quando o desejo é encostar minha cabeça em um ombro masculino, que eu adore, e sonhar). Afinal, ser mulher é isto (um misto de confusão e avalanches de emoções)... vai entender!

BjoO
Jana

Nenhum comentário: