Pular para o conteúdo principal
Porque será que todo final de ano bate aquela velha sensação de querer mudar tudo?
Tudo que não está legal... e transformar a vida num conto de fadas!
Tenho esta sensação e ela é tão boa. É como se tivesse nas mãos a oportunidade de fazer tudo diferente.

Mas um ano por aqui no trabalho... festinha de confraternização e a grande oportunidade de poder reunir todo o pessoal – unificar os turnos e dar boas gargalhadas (sem contar a comilança vip e 0800 hehehehe). Hoje posso dizer que conheço parte de todos. Não existem máscaras, cada um está com a sua altamente original. Boas ou ruins, estão aí, a mostra.
Gosto de uns um pouco acima do normal, aceito outros por não se ter opção. Mas aceito numa boa, pois sei que os críticos estão de plantão e a minha imagem não deve (com certeza) agradar a todos. Isso é absolutamente normal. Nem me encano.

O que importa é ser amigo. SEJA UM, MAS DOS VALIOSOS... OS VERDADEIROS!
Pelo menos tento!
Devo ser a mais palhaça, a mais estouradinha e a favelada barraqueira (como eles falam por aqui), mas sei que sou amiga quando precisam. Aprendi demais nessa família. Aprendi certos valores que talvez não os tivesse com meus 19 anos - quando entrei pra equipe.
Vi muitos amigos partirem em busca de seus sonhos... até chorei sentindo falta de alguns, mas no fundo estava mesmo orgulhosa deles, pela capacidade de conquistarem algo melhor.
Não dizem que todos teem seu momento de "voar"?
Assisti muitos vôos... um dia chegará a minha vez...
Só sei que sentirei saudades, afinal 'abandonar' o ninho é complicado e doloroso.
Mas na hora certa, pois a hora agora é de comemorar mais um ano puxado!
Viva meus companheiros diários! Um brinde pra nós.
******************


Obs.; Estou me sentindo estranha hoje. Sei lá. Não sei explicar. Um aperto, uma vontade louca de deitar no colo de alguém e esquecer da vida. Como se tivesse necessitando de proteção.
Sabe, estou acostumada a ser a fortaleza, a passar segurança, afeto... a mostrar que sempre tudo ficará bem, afinal estou aqui. Mas hoje... talvez eu necessite do contrário.

Bom, mas nem vou dar ênfase ao assunto para não incorporar uma certa tristeza que não quero. Hoje não! Por favor.
Quero meu espaço, quero brindar a mudança que nem ao certo sei como será. Apenas a sinto de certa forma que causa medo (mas um medo bom, se é que isso exista)...
Tudo pode ser culpa do clima natalino... Afinal devo aproveitar essa ‘bondade instantânea’ nos corações alheios e sorrir...
É o que de fato, me resta.

bitokassSss TotosAss
BY JANA






Comentários

gustavo disse…
Fala Jana, minha cumadre mais q especial...É sei bem oq vc relata em seu texto de hoje viu...Pq como bem sabemos também entrei para essa familia, ainda vamos q se dizer mto novo e aqui aprendi e aprendendo todos os dias mtas coisas q com certeza já me serviram ou ainda me servirão nessa minha vida.
E como você mesmo disse, aqui criei um grande circulo de amigos, e juntamente com você vi alguns desses nossos amigos, voando atrás de seus sonhos né.....
Bom Jana, pode ter absoluta certeza q você é uma grande amiga pra mim viu e parabens a você por ser essa pessoa maravilhosa que é viu...
Bom como disse acima, sou novo aqui, estou nessa familia só a 3 aninhos e espero ficar por mais alguns aninhos, até quando eu conseguir e ter condições de voar atrás de meus sonhos.....

OBS.: Loira sei q ñ posso ser a pessoa q vc queira para te dar colo nessas horas, mas sei q tenhu um carinho ENORME por ti e pela suas filhas, então se algum dia vc procurar essa certa " pessoa" e ñ encontra-lá, pode me procurar viu, pois como seu amigo e compadre estarei aqui disposto a ti dar te dar meu ombro pra vc desabafar.....

Te adoro JAna....
Q Deus abençõe vc e sua duas filinhas q por sinal são tão lindas qto a mãe....

Feliz Natal e Um Ótimo 2009

Beijos
Gilbamar disse…
Sua reflexão de final de ano deixou-me a pensar, eu também, nas coias e fatos que vão ficando para trás com a proximidade de 2009. O que fizemos, o que deixamos de fazer, quais os sonhos ainda acalentados, que amigos e amigas permanecem no nosso círculo...e por aí vai.

Depois, como está consignado no seu posto, chega aquela estranha melancolia a nos mostrar o quanto somos frágeis e necessitamos de alguém que nos console e afague.

Aplausos de pé para um texto tão oportuno.

Deixo meu fraterno abraço amigo.
Serena Flor disse…
Invente seu Natal!
Faça algo diferente!
Faça o melhor que puder com aquilo que tiver!
Enfeite-se, alegre-se.
Se não tem dinheiro, encha seu coração de amor! Seja a própria árvore com bolinhas coloridas e muito riso!
O calor que emana do seu abraço dinheiro nenhum no mundo
poderia comprar.
Dê um abraço, um sorriso, um te gosto, um te amo. Seja você o presente!
Um Natal de muita paz e luz pra você minha querida e belo texto o seu! Bjs.
Pleiba disse…
Ei, menina chata hahahaha :)
OqUe é isso que postou aki...
caraca meu :o não sei nem o q comentar"?"
isso aki é divino!!!
seu coração é msm assim? hehe
amiga eu não queria te dizer palavras ou deixar aki um texto, mas quero te dizer so isso aki:
nunca estara so, vc tem a Deus e agora um novo amigo! O Wag!

Amo-te :)
jordan shoes disse…
can u leave ur phone number to me???

Postagens mais visitadas deste blog

FrOntEirAs dA ViDa

As fronteiras são simultâneas, vão e vem sem que gritemos por sua necessidade, elas apenas acontecem e se colocam como uma linha imaginável entre o certo e o errado. Somos educados apenas para respeitá-las, como reais limitações. A fronteira de uma vida tem fases, nomes, sentimentos e emoções. Quando pequenos nossa fronteira chama-se tempo. Ela nos impede de termos a noção de nossas escolhas, nos colocam um freio e vivenciamos um mundo infantil, totalmente alheio, tão imensamente inocente. Depois a fronteira se estende e entramos numa espécie de confusões e anseios infinitos e de difícil moderação. Somos enfim, adolescentes.
Apáticos, alegres e dificilmente compreendidos. A fronteira é única, a de um mundo de ilusões sem fim. Tudo acontece, tudo se perde da maneira como se chega.
A fronteira da maturidade é a felicidade...
Certo? Errado? Não mais. A questão agora é tudo ou nada. Ou tenho tudo ou não tenho nada. Quero meus sonhos aqui agora, ou não os quero mais. Abandono-os na fronteira …

Amizade conveniente

Hoje acordei com saudade de ter um amigo por perto. De jogar conversa fora, de dar aquelas velhas gargalhadas ou simplesmente de olhar para o tal amigo e desvendar suas mensagens codificadas, sejam elas quais forem (através de um olhar, de um gesto, de meias palavras ou de seu próprio silêncio). Li certa vez que “amigos são anjos que Deus colocou a nossa volta”, será que isso bate com a realidade??
Só acho uma tarefa um tanto quanto difícil. Imagina entender a alma alheia? Decifrar códigos, saber suas cores preferidas, o que gosta ou que não gosta, aceitar numa boa suas opiniões (mesmo tendo a sua totalmente contrária) e acima de tudo apoiar-lhe quando as chances de acertos são nulas e “seu amigo” não enxerga isto.
A probabilidade de ser ter um amigo fiel – justo – perfeito é de 0,05% (acha pouco?) então saia pelas ruas e pergunte ao número de pessoas que quiser se este ou aquele já não foi traído por um amigo??? Cara, você vai se surpreender... As pessoas se traem a todo instante. E …

** Na BrinCadeiRa, eu diGo a VerDade **

Certas palavras são ditas como por brincadeira, meio sem jeito... toda tímida... Mas são palavras... Que não voam com o tempo, permanecem com vida! Às vezes digo que amo, outras nem isso...
Mas basta ver aqui na menina dos meus olhos a alegria de estar com você o êxtase, o sorriso solto, minha maneira sem jeito de mostrar que me faz falta
Falta da felicidade eternizada na memória das lembranças boas
Fico sempre com a platéia das emoções, do seu cheiro inconfundível, da batida calma do seu coração que adoro (adorava) escutar facilitando sentir seu amor próximo ali adormecido velado muitas noites  pelo meu...
(by JanNe)